publicidade

MUNDO

Familiares de brasileira presa nos EUA estão apreensivos sobre destino da moça

por Carol Carvalho no dia 12 de janeiro de 2018 às 18:50
Foto: DIVULGAÇÃO/GOOGLE MAPS

Detida na fronteira do México com os Estados Unidos desde o dia 27 de novembro do ano passado, a brasileira Roberta Guimarães Antunes, de 35 anos, tem dois anos morando e estudando no país norte-americano. Uma breve viagem ao México a moça acabou sendo presa.

“Ela estava com o namorado. Ele é americano e já morou e trabalhou no México. Ainda tem amigos lá. Era feriado de Thanksgiving (Ação de Graças) e, como de costume, decidiram ir para Ensenada, uma cidade que fica no noroeste do México”, relatou Caroline, a irmã da brasileira.

Caroline salientou que já aconteceu com ela, que mora em San Diego, disse que também já foi levada ao México e é um procedimento normal e serve para conferir documentos. “Isso normalmente acontece. Mas o namorado da Roberta, que ficou apreensivo, está me ajudando com advogados. Ele disse que ela aguardou mais de quatro horas na sala. Um desrespeito já que todos os documentos estavam em ordem Dias depois, ela foi transferida para o Arizona e agora está em Washington State”, ressaltou a irmã.

Roberta ficou detida no presídio de Northwest Detention Center, para imigrantes, localizada na região de Tacoma, em Washington. Ela teve o visto cancelado pelo Consulado dos Estados Unidos em São Paulo, um dia após a detenção, mesmo o documento tendo validade por mais dois anos.

 

Veja também: 

TÁ FORA! Bahia perde para o Taubaté se despede da Copa São Paulo de Futebol Junior

publicidade

publicidade

© Copyright 2016 - Radar da Bahia - Grupo Radar