publicidade

ECONOMIA

Pesquisa de preço de combustíveis já sofre com cortes de gastos

por Elaine Silva no dia 12 de agosto de 2017 às 10:20
Foto: Reprodução/Internet

Restrições orçamentárias levaram a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) a enxugar a pesquisa de preços dos combustíveis em postos brasileiros.

Segundo a ANP, houve corte de 8,4% no número de municípios pesquisados-de 501 para 459- e, a partir de agora, apenas as capitais terão coleta semanal de preços.

As outras 432 cidades foram divididas em dois grupos, que terão coleta quinzenal. A mudança prejudica a análise da evolução semanal dos preços no país. Por meio de nota, a ANP afirma que "a redução da periodicidade da coleta de dados dos municípios teve como objetivo permitir que um número maior de localidades fosse mantido na pesquisa".

 

 

Notícias: ECONOMIA
por Alessandro Granda no dia 17 de dezembro de 2017 às 18:41 em
por Alessandro Granda no dia 17 de dezembro de 2017 às 16:58 em

publicidade

publicidade

© Copyright 2016 - Radar da Bahia - Grupo Radar